• Equipe Pião

Conheça o IGTV

Atualizado: Jun 11

Desde a saga “contra” o Snapchat, o Facebook (dono do Instagram), tem tentado adotar de todas as formas possíveis a funcionalidade do rival, em seu próprio aplicativo (em todos na verdade, o próprio Facebook e até o What’s App ganharam a ferramenta de histórias “ao vivo” que duram 24 horas online). O IGTV é mais uma dessas cartadas de Zuckerberg e foi lançada no último dia 20.

Percebendo o grande crescimento do Instagram, principalmente por marcas e influenciadores digitais, foi lançado o IGTV, um “concorrente” do Youtube. Digo “concorrente” entre aspas por haver grandes diferenças entre os dois, mas o intuito é o mesmo: Levar conteúdo de qualidade para o público.

O Youtube, site que está na ativa desde 2005, já é consagrado e estável no mercado digital, mas como muitos sites similares, foca em vídeos em formato paisagem (deitado) e de preferência, na melhor qualidade possível (não que os vídeos não possam ser adaptados a qualquer formato – inclusive quadrado -, mas o formato paisagem é mais é visto nos canais do youtube). Já a proposta do IGTV é ousada: A ideia é levar vídeos em formato retrato (de pé), especificamente visando a reprodução em smartphones. O Youtube é principalmente visto – e foi criado para – computadores e foi adaptado para celulares, enquanto o IGTV foi criado especificamente para mobile (mesmo que tenha sua versão web, não é o objetivo do aplicativo, por isso suas ferramentas são limitadas nessa versão). E as diferenças não encerram por ai.

Com relação ao tempo de vídeo, o Youtube permite vídeos de até 15 minutos para contas simples e 12 horas para contas verificadas. Já o IGTV permite duração para contas simples de 15 segundos à 10 minutos e contas verificadas, até 1 hora. Os dois permitem vídeos ultra HD, mas pelo que tenho visto dos usuários (principalmente de contas verificadas), por enquanto estão optando por manter a ultra qualidade de gravação e edição no Youtube, fazendo para o IGTV, dos celulares.

O IGTV é um aplicativo prático, todas as informações são visíveis e os vídeos são reproduzidos assim que o abre. Já o Youtube é mais complexo, com várias funcionalidades e a reprodução de seus conteúdos precisam de mais cliques do que no IGTV. Há diferenças também com relação ao compartilhamento, que enquanto o Youtube está vinculado a qualquer rede social ou meio de compartilhamento de mensagens/conteúdo, o IGTV é refém do aplicativo principal, ou seja, seus compartilhamentos se limitam aos directs do Instagram, mas sim, seu link pode ser copiado e enviado posteriormente.

O erro é pensar no IGTV como um Stories (ou Ao Vivo – outra ferramenta dos stories) gigante e permanente. Não é. A ferramenta é sim para ser uma nova forma de compartilhamentos de vídeos, uma extensão do seu canal do Youtube, ou seja, mantenha o foco em produzir conteúdo de qualidade, mantenha a identidade, utilizando sua vinheta e principalmente: NÃO FAÇA NO IGTV O QUE VOCÊ FAZ NOS STORIES.


#igtv #stories #youtube #opinião #marketing #instagram

1 visualização0 comentário